Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

MUSICPORTUGAL

APOIAMOS O TALENTO NACIONAL! 🇵🇹

21.11.15

Música da Semana (16 a 22 de novembro)


Tiago Ferreira

Na semana passada a música destaque da semana foi para a mais recente novidade da banda Coldplay com o tema "Adventure Of A Lifetime" - http://musicportugal.blogs.sapo.pt/musica-da-semana-09-a-15-de-novembro-81424 -, sendo que esta semana a MÚSICA TOP da SEMANA também pertence a uma banda.... mas a uma banda portuguesa, e a uma banda jovem! São os ÁTOA, com o tema "Distância" que ocupam o lugar de MÚSICA TOP mais ouvida ao longo da semana.

 

QUEM SÃO OS ÁTOA? 

Os ÁTOA são: Guilherme Alface – voz, guitarra, piano; João Direitinho – guitarra, voz, piano; Rodrigo Liaça – bateria, percussão, voz, piano; Mário Monginho – baixo, guitarra.

"Chamam-se ÁTOA porque no início foi assim, tudo era um pouco à toa: formaram uma banda do nada, fizeram canções quando lhes apetecia e sem grandes compromissos. Mas agora, depois de ganharem um concurso na plataforma digital Tradiio - onde os artistas disponibilizam as suas músicas e o público investe nas suas composições favoritas através de moedas virtuais -, o passatempo tornou-se mais sério. Guilherme Alface, João Direitinho, Rodrigo Liaça e Mário Monginho – quatro amigos de 18 anos – têm agora dois objectivos: cantar em português e agradar ao público. s quatro jovens encontram as suas maiores referências na pop cantada em português, com nomes como Miguel Araújo, Tiago Bettencourt, António Zambujo e os Azeitonas a serem uma fonte de inspiração. São estas influências que vão estar presentes no disco de estreia" que se encontra já disponível para venda, e para ouvir em streaming nas plataformas SPOTIFY e MEO MUSIC. FONTE SOL

ÁTOA-banda-1200x700.jpg

Aqui fica a letra e o vídeo oficial da música:

 

(LETRA) "Distância"

 

É difícil entender, tens que dar a cara
Será mais forte o que nos une, ou o que nos separa
A sorte é nula, a saudade rara
E neste caso, a distância pagou-se cara

Olhar pra trás, e ver que o tempo passou
Entre o passado e o presente, porque é que tudo mudou?
No fundo acreditava nos planos traçados
Num futuro com duas casas e dois filhos criados
Só que não! Não se realizou
Tu não és o que eras dantes, e o sonho voou
Dizeres que tudo mudou, e está algo diferente
Nada mudou à nossa volta, só mudamos a gente

É difícil entender, tens que dar a cara
Será mais forte o que nos une, ou o que nos separa
A sorte é nula, a saudade rara
E neste caso, a distância pagou-se cara

Não, eu assim não aguento
Serão dezenas de metros mais fortes que o sentimento
Foi um leque de emoções arruinadas
Por conjuntos de ip's e auto-estradas
Ficamos amigos, sem contacto directo
Amizade pós namoro é um adeus mais discreto
Mas não desisto e parto pra disputa
porque a vitória sorri aos filhos da luta
acreditei, confiei, fiz tudo certo mas no fundo sei que errei
hoje em dia ainda penso voltar a estar contigo
se o futuro não nos traísse, como é que teria sido?

É difícil entender, tens que dar a cara
Será mais forte o que nos une, ou o que nos separa
A sorte é nula, a saudade rara
E neste caso, a distância pagou-se cara

As músicas TOP das outras semanas disponíveis em http://musicportugal.blogs.sapo.pt/tag/m%C3%BAsicadasemana. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.